Agrobalsas 2015 deve render R$300 milhões

“O Matopiba é uma região, cuja maior parte de seu território está na região Nordeste, e que ainda precisa muito de ações governamentais para o seu pleno desenvolvimento. Ações que vão beneficiar não somente os quatro estados que integram este novo território agrícola – Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia -, mas, também, os estados consumidores de seus produtos, tais como o Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba, que compram nossos grãos e os transformam em carne”

É este o resumo da realidade do Matopiba, segundo o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen), instituição promotora da Agrobalsas, o produtor rural, José Antônio Gorgen, o Zezão. Está nesta síntese a razão da importância da criação de uma Instituição Federal – Agência Matopiba - exclusivamente voltada para estes quatro estados que, em conjunto, formam a última fronteira agrícola do mundo.

José Zezão Antônio Gorgen
Presidente da Fapcen, José Zezão Antônio Gorgen  afirma que Agência Matopiba eleva produtividade da região
Sob este prisma, o presidente da Fapcen diz ser de extrema relevância a presença da Ministra Kátia Abreu na região, por meio da Agrobalsas, fazendo o lançamento deste mais novo agente federal de desenvolvimento.

"Deverá ser uma agência com o foco no desenvolvimento pleno não só do agronegócio, mas da estrutura e dos problemas sociais da sociedade da região", pontua.

Aldeia Global publicou sobre Agrobalsas 2015:
Matopiba é lançada na Agrobalsas 2015
Massey Ferguson presente na Agrobalsas
Fapema lança Plano em Balsas e Imperatriz

O que, na prática, esperar dessa agência? Questionamos o Presidente da Fundação:

"Que, realmente, o governo comece a olhar a agricultura como ela deve ser vista. A agricultura foi – e é – o suporte desta nação durante muitos anos e sem contrapartida do governo. O agricultor vive sozinho, com uma logística precária. Se nós tivéssemos uma ação governamental voltada para a logística, para a importância que a agricultura tem com certeza o Brasil estaria produzindo 300 a 400 milhões de toneladas, e não apenas as 200 milhões de toneladas que estamos produzindo hoje", disse.

Perspectivas comerciais

Produtor rural de visão extraordinária – saiu da agricultura familiar para uma trading regional que atua em diversas vertentes do agronegócio, inclusive com projeto de ter seu próprio terminal no Porto de Itaqui em São Luís, – Zezão é realista em relação aos resultados comerciais da Agrobalsas deste ano.

"Com certeza, o movimento vai ser bem menor do que no ano passado. A gente está vendo em todas as feiras, Brasil afora, que a procura dos agricultores por máquinas e implementos tem sido bem menor este ano, em relação ao ano passado", aponta.

Isto porque, ainda de acordo com o empresário rural, a rentabilidade está sendo menor. "Então, o produtor rural fica mais cauteloso, percebe que não é ano de gastar, mas sim de manter as suas propriedades como estão, não de expandir. Até mesmo porque os preços das commodities no mercado internacional caíram com o dólar".

Aldeia Global informa:
Agrobalsas 2015 acontece de 11 a 15 de maio, aqui a página oficial

Zezão observa também que o atual preço dólar aqui no Brasil ajuda um pouco ao agricultor.

"Porém não resolve o problema, pois grande parte dos insumos são cotados em dólar e alguns custos fixos subiram demais, como o diesel, os fertilizantes, a mão de obra, Então, está mais caro produzir".

Ele reclamou também da falta de uma logística mais eficiente, como um multimodal, por exemplo.

- É a logística que tira uma fatia enorme do lucro do agricultor, devido à distância dos portos, o escoamento todo ele feito por caminhões, não por ferrovias e hidrovias. Então, sobra pouco para o agricultor. E este está com menos vontade de comprar máquinas e insumos.

Arrocho nos programas de crédito para a aquisição de máquinas e equipamentos por parte do BNDES é outro problema que, segundo o Presidente da Fapcen, tem inibido o consumo no mercado de máquinas e implementos. "A elevação de juros do BNDES também freou o consumo destes equipamentos".

Mas, cruzar os braços e ficar parado esperando a situação econômica melhorar é que ninguém fica. Os estandes da Agrobalsas estão repletos de máquinas e implementos, bem como de serviços.

A expectativa é, segundo Zezão, ao menos aproximar do resultado do ano passado, que foi de quase R$ 300 milhões.

Antônio Oliveira, Editores

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger