B.B King, lenda do blues morre aos 89 anos

Morreu, aos 89 anos, o guitarrista, cantor e compositor B.B. King, considerado o Rei do Blues.

O músico sofria de diabetes e chegou a ser hospitalizado por duas vezes. A causa da morte não foi revelada.

Ao lado de nomes como Eric Clapton e Jimi Hendrix, King era um dos melhores guitarristas do mundo segundo a revista norte-americana Rolling Stone.

B.B. King

Nascido Riley Ben King, B.B. King, teve seu reinado por muito tempo. Por mais de 50 anos, o guitarrista definiu o blues para o mundo. Desde que começou a gravar, na década de 1940, foram mais de 50 álbuns, muitos deles considerados clássicos.

Nascido em 16 de setembro de 1925, no Mississippi (EUA), tocou nas esquinas em troca de moedas na juventude. Foi de carona para a cidade de Memphis, também no sul do país, e lá as coisas começaram a acontecer.

Memphis era o lugar onde todos os músicos importantes estavam na época. B.B., uma abreviação Blues Boy, seu pseudônimo em uma rádio, foi morar com seu primo Bukka White, um dos artistas de blues mais célebres de seu tempo, que incorporou no guitarrista ainda mais a arte do blues. Influenciado pelo som da guitarra elétrica de T-Bone Walker, um dos precursores do gênero, B.B. King teve a certeza de que era blues que queria tocar.

A primeira grande oportunidade da carreira do futuro Rei do Blues surgiu em 1948, quando atuava num programa de rádio em Memphis. Em 1951, B. B. King começou a fazer turnês nacionais e chegou a realizar quase 300 shows em um ano. Dos pequenos clubes de jazz e de rock até os mais prestigiados lugares nacionais e internacionais, B. B. King se tornou um dos músicos de blues mais conceituados de todos os tempos, com um inconfundível estilo musical.

B.B. King inspirou gente como Buddy Guy, Freddie King, Jimi Hendrix, Eric Clapton, George Harrison e Jeff Beck. Em 1969, o músico foi escolhido para abrir os shows dos Rolling Stones. Em 1970 fez uma turnê por Uganda, Lagos e Libéria, com o patrocínio do governo dos E.U.A.

Em 1989 já participava da maioria dos festivais de Jazz do mundo. Em 1996, esteve em turnê pela América Latina para shows no Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e, pela primeira vez, no Peru e Paraguai. King tocou em mais de 90 países e visitou nosso país diversas vezes.

Ao longo de sua carreira, ganhou muitos prêmios, como alguns Grammys, incluindo o de melhor desempenho vocal masculino de Rhythm & Blues.

R7, Editores

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger