Liberte-se das "prisões" sentimentais e seja feliz

Depois de anos sem escrever, deparo-me com um papel em branco e uma caneta, numa madrugada fria e interminável, e com pensamentos permeando minha mente, levando-me ao mesmo tema de sempre: relacionamento.

Diante de situações que já vivi e observando vivências de amigos, cheguei a uma conclusão: todas as histórias de vida são diferentes, mas no âmbito sentimental, o sentido de grande parte delas é sempre o mesmo. Tudo isso se dá por uma característica que, por mais idiota que pareça ser, segundo algumas pessoas, ainda impera e se instala no interior e no psicológico de muita gente: o terrível medo da rejeição, seguido do medo de se ser colocado de lado ou até mesmo ficar sozinho.

Isadora Alves
Isadora Alves decreta a liberdade para todos que pretendem ser feliz
Mesmo diante de alguns dissabores da vida, principalmente em se tratando de relacionamento, que atualmente é sinônimo de caretice ou tem se resumido em apenas "ficadas", ainda temos, infelizmente, a ilusão de que precisamos ter alguém para nos sentirmos completos e que a nossa felicidade está nas mãos de alguma pessoa ou em alguma coisa. No caso das mulheres, isso é mais real ainda. Desde a nossa infância, somos naturalmente estimuladas a sonhar com o dia do casamento perfeito, do jeitinho que imaginamos; já os homens, são cobrados, desde cedo, a estudar, trabalhar incansavelmente e, antes de escolher definitivamente alguém, que experimente muito e de tudo para ganhar a famosa "experiência".

Na sociedade atual, que cobra princípios e "aponta o dedo na cara" dos outros e é a primeira a subtrair valores na primeira oportunidade que tem, mulher que "experimenta" é considerada, na linguagem moderna, piriguete, para dizer o mínimo. Elas são cobradas mesmo é a ficarem quietinhas em casa, fazendo suas funções e aprendendo em novelas o que poderiam aprender na vivência da realidade. Tudo isso, para quando o seu "príncipe" bater à sua porta em um cavalo branco ou, em um carro do ano, como as modernas preferem. Mas, e aí? O que fazer até lá?

Primeiramente, decida ser uma mulher que consiga cuidar de você mesma, que dê conta dos seus compromissos pelo simples fato de ser responsável e não para agradar aos outros, e que saiba agradar primeiro a si mesma. Que conquiste boas amizades pelos seus feitos e por sua independência, que ame o seu próximo, que curta os momentos com as crianças e voltam à infância com elas, que goste de comer, sim, porque se sente feliz assim e não está nem aí para quem vem falar de peso... Enfim, seja o que lhe identifica. Faça e viva o melhor com os recursos emocionais que você tem, pois a vida até nos permite projetos e sonhos, mas não nos dá garantias.

Em segundo lugar, ame-se em primeiro lugar. Eu jamais imaginei que um dia pensasse, aliás, escrevesse isso. Mas a experiência da vida me forçou a aprender isso, em especial, o meu primeiro e único relacionamento que tive até hoje. Você é a única coisa em comum em todos os seus relacionamentos amorosos, portanto, cuide muito bem disso. Dê a você mesmo(a) o respeito, o carinho e o amor que pretende ter de outra pessoa, sem criar expectativas. Isso é bem difícil, mas não impossível. E digo por experiência própria. Não podemos mandar no coração das outras pessoas, só podemos sentir o que sentimos e, sim, continuar tendo a coragem de nos expor abertamente para o mundo ou para o ser amado. Só não vale forçar nada, nem achar que, só porque você se apaixonou, isso vá acontecer do outro lado. Ninguém manda no coração, lembre-se disso.

Ah, e o amor, a gente não aprende nos livros, na faculdade, com conselhos, nem com teorias. Amar só se aprende amando.

O único futuro que realmente temos é o agora, por isso ame e não perca as oportunidades de ser feliz. Ninguém no mundo pode fazer isso no seu lugar e, acreditem, homens não querem mulheres para serem usados. Eles também merecem respeito! Merecem mulheres que os amem pelo que eles são e não pelo que eles têm. Respeitar a si e ao outro é o maior segredo de felicidade.

Isadora Alves

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger