Após rodada, gols, seleção e classificação da Série B

Paysandu
Paysandu venceu o Santinha no Arruda. Foto: AFI
A 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B acabou nesta terça-feira com grandes jogos e tendo como destaques os goleiros. Mauro arrebentou com a camisa do Mogi Mirim, assim como Márcio, pelo Atlético-GO, Ivan, Paysandu, e Rafael, Macaé. Foi o dia da camisa 1, que definiu o Botafogo como líder novamente e o Bahia como novo integrante do G4. Na zona de rebaixamento, o Mogi Mirim saiu da lanterna.

Após os dez jogos, os jornalistas do Portal Futebol Interior escolheram os destaques da 24ª rodada, que formam mais uma Seleção FI. A equipe será voltada ao ataque, no esquema 4-3-3, com apenas um volante de contenção. Na defesa, os jogadores também possuem um DNA ofensivo. Victor Luis e Raul Prata avançam bem, assim como o zagueiro Jaílton.

Para comandar a equipe, o escolhido foi o técnico Ricardo Gomes. O treinador, que resolveu apostar novamente na profissão após passar por um AVC, vem fazendo bons jogos no comando do Botafogo, mostrou isso na virada diante do Paraná.

Confira a Seleção da 24ª rodada da Série B:

Mauro (Mogi Mirim);
Raul Prata (Luverdense), Ligger (Oeste), Jaílton (Bahia) e Victor Luis (Ceará);
Jhonnatan (Paysandu), João Paulo (Santa Cruz) e Alan Mineiro (Bragantino);
Richarlison (América-MG), Rhayner (Vitória) e Sassá (Botafogo)
Técnico - Ricardo Gomes (Botafogo)

Goleiro: Mauro (Mogi Mirim)
O veterano goleiro estava em noite com o bumbum virado para a lua. Logo de cara fez uma defesa fantástica numa cabeça do interminável Tadeu. Depois defendeu um pênalti cobrado pelo mesmo Tadeu, que por isso foi vaiado ao ser substituído no segundo tempo. Mas o goleirão fez ainda mais duas grandes defesas nos minutos finais do primeiro tempo e mais quatro no segundo tempo. Como deixar ele fora da Seleção Futebol Interior? Só fora da seleção brasileira, que tem muita gente na fila.

Lateral-direito: Raul Prata (Luverdense)
Uma pena que ano passado ficou muito tempo parado pro causa de uma recuperação de cirurgia. Mas aos poucos vai voltando à velha e boa forma, com muita velocidade, passes perfeitos e cruzamentos preciosos. É um dos responsáveis pela recuperação do time do Mato Grosso, que tem no controle o presidente Helmute Haswich.

Zagueiro: Ligger (Oeste)
Se a primeira missão é nao tomar gol, então ele tem cumprido bem sua missão ao segurar bem os atacantes lá atrás. Uma pena que o Oeste não tem tido muita força ofensiva. O empate sem gols com o CRB, em Osasco, não foi de todo ruim, porque somou um ponto importante na sua luta para permanecer na Série B.

Zagueiro: Jailton (Bahia)
Além de fazer sua parte no sistema defensivo, onde foi firme e seguro, tanto pelo alto, como no chão, Jaílton aproveitou um bate-rebate dentro da área para marcar o gol da vitória que levou o Bahia de volta ao G4. Mostrou aproveitamento e faro de gol para virar o homem do jogo.

Lateral-esquerda: Victor Luís (Ceará)
Destaque na permanência do Palmeiras no Brasileirão 2014, Victor Luis vem fazendo também um bom trabalho no Ceará. Na vitória, por 1 a 0, diante do Náutico, o jogador foi a principal válvula de escape pelo lado esquerdo de campo, marcou com perfeição e ainda foi bem quando subiu ao ataque. Iniciou a jogada do gol marcado por Rafael Costa.

Meia: Alan Mineiro (Bragantino)
Outra atuação de gala, deste veterano que está "comendo a bola". Controlou o jogo com maestria, foi perfeito nos passes e ainda marcou um gol. Não é à toa que o Atlético Paranaense insiste em levá-lo para lá, depois de desprezá-lo. O zagueiro Gilberto, que fez um gol, também foi bem na vitória do Braga sobre o ABC, por 3 a 1. Terceiro triunfo do Braga; 13.º rodada sem vitória do time potiguar, que vinha de quatro empates.

Atacante: Richarlison (América-MG)
O América-MG quebrou a invencibilidade do Sampaio Corrêa na vitória por 2 a 0, com show do atacante Richarlison. O jogador foi a principal arma ofensiva da equipe, deu assistência para o gol de Rodrigo Souza e ainda deixou o seu. Como só isso não é suficiente, ajudou também na marcação.

Técnico: Ricardo Gomes (Botafogo)
É uma lição de vida para quem trabalha no futebol. Voltou à bola para "voltar a viver". Um ser humano com tal coragem, após sofrer dois ou três problemas cerebrais, é mesmo para ser admirado. Fora isso tem dado conta do recado no Botafogo, que somou sua terceira vitória seguida ao bater, por 2 a 1, de virada, o Paraná, no Engenhão.

Outros técnicos continuam em alta, como Dado Cavalcanti, do Paysandu, e Wagner Lopes, do Bragantino que engatou a terceira vitória seguida e já ficou perto do G4. Alguns se recuperaram, como Givanildo Oliveira, do América Mineiro, e Vagner Mancini, do Vitória. Eles venceram pela primeira vez no returno, após cinco rodadas.

AFI

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger