Força-tarefa para combater mosquito Aedes aegypti

Com o objetivo de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, e eliminar os focos de proliferação a Prefeitura de São Luís vai promover uma ação intensiva envolvendo diversos agentes de endemias e alcançando todos os bairros da capital. A estratégia de combate inclui maciça campanha nos meios de mídia, a execução de ações diretas nas áreas com risco de infestação e a atuação dos agentes e da sociedade.

O prefeito Edivaldo destaca que essa será uma operação de guerra, na qual é imprescindível o envolvimento de todos para que se consiga banir esse vetor. "Uma força-tarefa foi montada para combater o Aedes aegypti. Convoco todos os ludovicenses para, em conjunto com a Prefeitura, atuarem na eliminação de todos os possíveis focos do mosquito", reiterou o prefeito Edivaldo. A força-tarefa da Prefeitura inclui ainda a mobilização das polícias Civil, Militar e Exército.

A campanha será realizada de 9 a 11 deste mês, com atividades educativas e preventivas nos 342 bairros da capital, nas unidades hospitalares, escolas, retornos das principais avenidas e nos terminais de integração. Os agentes de saúde vão realizar visitas domiciliares para conscientizar e sensibilizar a população sobre os riscos da proliferação do Aedes aegypti. O prefeito Edivaldo alerta as comunidades para a eliminação dos focos do mosquito. Medidas simples como não deixar água parada em vasilhames podem evitar contrair a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes, como o zika vírus e a febre Chikungunya.

Outro ponto da ação de combate ao mosquito a ser desenvolvida pela Prefeitura é a promoção de palestras nas escolas, distribuição de panfletos à população e divulgação em veículos de comunicação locais explicando como prevenir a infestação do mosquito. Visitas à borracharias, cemitérios, sucatas também estão previstas na ação. O combate é simples e começa em casa, diz o coordenador do Programa Municipal de Controle da Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), Pedro Tavares.
Foto: Agência São Luís
O principal cuidado é com a água parada – em baldes, taques, garrafas etc. estes devem ser eliminados. A higiene do local também é importante para combater o mosquito. "O prefeito Edivaldo nos orientou a maior mobilização possível para combatermos esse mosquito, que se reproduz em qualquer lugar onde houver condições propícias", diz o coordenador Pedro Tavares. Ele reitera que locais com água parada, limpa ou pouco poluída são os principais focos. "Deve-se eliminar todos os possíveis focos de proliferação", enfatiza.

Epidemia

O país se mobiliza para combater os focos da dengue e evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, após anúncio do Ministério da Saúde que confirmou a relação deste vetor com os casos de microcefalia. Os números aumentaram em proporção preocupante e alarmaram os órgãos de saúde pública. Foram registrados pelo órgão, até o momento, 1.248 casos em todo o país, destes, 16 no Maranhão. Já casos de Dengue foram cerca de dois mil casos este ano; e mais de 2,5 mil sob suspeita de serem zika vírus, segundo a coordenação de combate à Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Agência São Luís

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger