Igreja Adventista apresenta projeto de combate à violência sexual

Usando o espaço na Tribuna Popular, na sessão desta quarta-feira (23) da Câmara Municipal de Imperatriz, o pastor Alexander Santos fez um breve relato do projeto “Quebrando o Silêncio”, que engloba uma série de ações de conscientização e combate à violência sexual contra a mulher, o adolescente e a criança e o enfrentamento do feminicídio, sinônimo para a morte de mulheres em razão de seu sexo.

Segundo o pastor, o projeto é desenvolvido pela igreja desde 2002 em oito países da América Latina, durante todo o ano, culminando com uma grande campanha no mês de agosto.

O Brasil registrou ao menos oito casos de feminicídio por dia entre março de 2016 e março de 2017, segundo dados dos Ministérios Públicos estaduais. No total, foram 2.925 casos no país, aumento de 8,8% em relação ao ano anterior.

Segundo o ‘Atlas da Violência’, divulgado recentemente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os casos de violência contra mulheres cresceram cerca de 130%, colocando o Maranhão como estado com o maior aumento na taxa de homicídios de mulheres.

Em abril deste ano, foi criado no Maranhão o Departamento de Feminicídio do Estado, que deverá dar mais atenção aos casos de violência contra a mulher.

De acordo com o pastor Alexander Sales [foto em destaque], a maioria das mulheres é morta pelos companheiros, assim como estupros e outras violências sexuais e físicas praticadas contra mulheres, adolescentes e crianças, ocorre no seio familiar.

“Devemos usar todas as ferramentas sociais e religiosas para combater esse mal. O estupro, a violência física, deixam marcas para toda a vida”, afirmou o pastor.

Carlos Gaby com foto de Fábio Assumção

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger