FHC: Reuters responde sobre gafe em entrevista

Ivan Longo, Revista Fórum

Depois da repercussão causada pela frase contida em uma entrevista com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a agência de notícias Reuters resolver se posicionar. Na matéria, publicada esta semana, uma sugestão interna para se retirar um trecho que citava esquema de pagamento de propina na Petrobras “durante o governo tucano” despertou a atenção dos leitores.

O caso chamou tanta atenção que a a sugestão “podemos tirar, se achar melhor” virou hashtag e foi parar nos trending topics do Twitter nesta terça-feira (24) como forma de ironizar a blindagem que a mídia tradicional costuma exercer em prol do PSDB quando lida com episódios de corrupção.

Entenda o caso:
Erro da Reuters gera mobilização de internautas contra a blindagem da mídia tradicional

Procurada pela reportagem da Fórum, a Reuters informou que a sugestão foi publicada “acidentalmente” e que lamenta “qualquer confusão causada pelo engano”.

Na nota, no entanto, a agência de notícias não se posiciona e nem emite opinião em relação ao entendimento dos internautas em relação à frase que, para eles, revela uma tentativa clara de preservar o PSDB e o entrevistado.



Confira a íntegra da nota:

“Em 23 de março, a Reuters publicou inadvertidamente uma reportagem em Português que continha uma pergunta de um dos editores do Serviço Brasileiro de notícias ao jornalista que escreveu a versão original da matéria em Inglês. A pergunta, que deveria ter sido removida do texto, foi publicada acidentalmente. A Reuters em seguida publicou uma segunda versão do texto sem a pergunta. O conteúdo de ambos os textos em Português é exatamente o mesmo, e lamentamos qualquer confusão causada pelo engano.”

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger