A descomemoração dos 50 anos da Globo

Altamiro Borges

A Rede Globo prepara uma overdose de eventos e lançamentos para comemorar os seus 50 anos de existência – em 26 de abril. O objetivo é reforçar a ideia do império midiático imbatível e onipresente, que faz a cabeça e o coração dos brasileiros.

A emissora, porém, pode sofrer uma baita surpresa. De tanto manipular informações e deformar valores nestas cinco décadas, ela é hoje alvo de crescentes críticas da sociedade. Em todas as manifestações populares, seja numa passeata de professores em greve ou numa plenária dos movimentos sociais, o grito mais ouvido é o do “Fora Rede Globo”.

Nesta quarta-feira, 1º de abril, “Dia da Mentira”, já houve um “esquenta” dos atos programados contra a emissora em abril. Agindo como a máfia, o restante da mídia fez silêncio. Mas as redes sociais ajudaram a informar e a criar o clima da “descomemoração”.

Bessinha: Globo Devo Não Nego

Segundo relato do site Vermelho, o maior protesto ocorreu diante da sede central da emissora no Rio de Janeiro. “A manifestação foi convocada por jornalistas, blogueiros e diversas lideranças de mídia alternativa, entre os quais o Barão de Itararé. Os manifestantes empunharam cartazes, bandeiras e faixas com os dizeres: ‘O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo’ e ‘Globo mente’... A banda do Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) agitou o local. O protesto também contou com a participação do grupo independente de teatro, que atua nas ruas de Santa Teresa, que encenou o enterro da Globo e da Operação Zelotes, deflagrada pela Polícia Federal que investiga os esquemas de sonegação fiscal”. Também ocorreram protestos na sede da emissora em São Paulo e diante do edifício da RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul.

Em vários Estados, reuniões já estão agendadas para organizar novos protestos para a semana do aniversário da emissora. No Rio de Janeiro, ela ocorrerá em 17 de abril, no auditório do Sindipetro. Em São Paulo, ativistas digitais e entidades que lutam pela democratização da comunicação já realizaram três reuniões preparatórias.

Entre outras iniciativas previstas, ficou acertado promover debates em faculdades, sindicatos, coletivos culturais e associações comunitárias; intensificar a denúncia contra o império global nas redes sociais; e promover um grande ato em 26 de abril. Já a Jornada de Luta da Juventude, que reúne mais de 50 entidades juvenis, aprovou em sua plenária nacional na semana passada concentrar suas energias na preparação dos atos de “descomemoração”.

Quem tiver mais relatos sobre a organização dos protestos nos 50 anos da Rede Globo, por favor, enviar para o blog.

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger