Salão de Artes Visuais encerra exposição

Arte e Visual
Público escolheu obra que será premiada nesta quinta-feira em São Luís
Carolina Nahuz

São Luís, MA. A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func) e Galeria Trapiche, encerra nesta quinta-feira (30), às 19h, o V Salão de Artes Visuais de São Luís com solenidade de encerramento e premiação da obra escolhida pelo voto popular. O evento acontecerá nas dependências da Galeria Trapiche (Av. Vitorino Freire, s/n, Praia Grande).

Aberto em dezembro do ano passado, o V Salão é o maior evento no Maranhão destinado ao reconhecimento e promoção da arte contemporânea em diversas linguagens visuais, produzida por artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no stado há pelo menos um ano.

Segundo o presidente da Func, Marlon Botão, o salão representa uma grande vitrine para os artistas maranhenses, além de atender às metas das políticas públicas de cultura no que diz respeito ao segmento das artes visuais.

"Valorizar o trabalho dos nossos artistas e inseri-los dentro do circuito nacional de circulação das artes visuais é uma meta que tem norteado a realização e o fortalecimento deste salão, o que potencializa não somente a produção local como também estimula o surgimento de novos artistas. A consolidação do salão é uma das determinações da gestão do prefeito Edivaldo", reiterou Botão.

Para o diretor da Galeria Trapiche, além de revelar novos artistas, o salão tem elevado os critérios de escolha e projeção nacional dos artistas participantes, por meio da competência técnica da curadoria.

"O Salão tem cumprido um papel muito importante para as artes visuais do Maranhão, não somente por ser o único evento oficial do estado, mas também pelo fato de primar pela excelência no critério da escolha dos artistas participantes. Muitos dos melhores artistas maranhenses estão no Salão, que tem revelado novos nomes no cenário local. Nossa intenção é potencializar o evento e dar ao mesmo grande visibilidade nacional", diz Paulo Melo Sousa, diretor da Galeria Trapiche Santo Ângelo.

Na solenidade de encerramento do V Salão, haverá coquetel e a contagem dos votos do júri popular. O artista premiado receberá cheque no valor de R$ 6 mil reais.

Sobre o Salão

Para a realização do V Salão de Artes Visuais de São Luís, duas comissões foram formadas: uma de seleção das obras, com os artistas e curadores Murilo Godoy e Carlos Sena, e outra para a escolha das obras premiadas, formada pelos profissionais e especialistas em arte Celso Fioravante (jornalista, curador e editor do Mapa das Artes) e Divino Sobral (artista visual, curador e crítico de arte).

Concorreram à premiação 42 obras de 35 artistas nas mais diversas linguagens, como instalações, colagens, videoarte, esculturas, pinturas, graffitis, fotografias, entre outras. Alem da exposição, o V Salão de Artes contou com a publicação de catálogo, com registro das obras selecionadas e homenagem (em memória) ao escritor e crítico de arte Ubiratan Teixeira, pelos anos de colaboração.

Este ano, cinco artistas receberam o prêmio de R$ 7 mil: Marcos Ferreira, pela instalação "Desalinho"; Naldo EF CO, pela obra "Nascendo do Cesto"; a dupla Studio Vanguardian, pela instalação "Pa(light)fita"; Ton Bezerra, pela fotografia "Tensores Múltiplos II"; Gê Viana, pela fotomontagem "Assim fica claro: roubo, colo e pixo!".

A expectativa para o VI Salão é ampliar a visibilidade do evento com critérios mais rigorosos de seleção. "Neste ano, iremos afunilar mais o Salão, selecionando apenas 20 artistas. A intenção é provocar nos artistas participantes um trabalho mais acurado, competitivo, e que possa levá-los a concorrer com artistas de outros lugares do país em pé de igualdade. Os curadores que aqui vieram julgar a cena maranhense ficaram surpresos com a qualidade das obras dos artistas inscritos, que precisam alçar voos mais ousados e o salão tem a responsabilidade de ajudá-los nesse propósito", finalizou Paulo Melo Sousa.

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger