Uema e Vietnã celebram acordo de cooperação

Uema

Estado discute convênios na área da educação com representante do Vietnã


Walline Alves

Em continuidade a agenda do embaixador do Vietnã, Nguyen Van Kien, ao Maranhão, foi discutida na quarta-feira (15) a possibilidade de um acordo de cooperação técnica na área da educação. Na ocasião, o embaixador foi recepcionado pelo reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Gustavo Pereira da Costa, e conheceu as instalações da instituição estadual.

Além do acordo de cooperação técnica entre as universidades vietnamitas e maranhenses, também foi debatida a promoção de intercâmbio de conhecimento entre os estudantes. O reitor Gustavo Pereira da Costa explicou que será criado um grupo de trabalho para definir o acordo de cooperação incluindo os interesses mútuos na área científica e também na área cultural.

“Hoje, necessariamente, nós devemos operar em rede para que consigamos alcançar resultados que melhorem a vida das pessoas e que tragam soluções úteis para o ambiente científico, tecnológico e inovação”, ratificou o reitor. Ele destacou que o diálogo com o representante do Vietnã foi estabelecido através do governador Flávio Dino, diante da potencialidade de cooperação do Maranhão com o país asiático, inclusive na área da educação.

Educação do Vietnã

No período de 1959 a 1975, mais de 1 milhão de pessoas morreram durante a Guerra do Vietnã, o país sofreu inúmeros problemas com reflexos sociais que resultaram na pobreza e alto índice de analfabetismo da população. As mudanças foram promovidas nos últimos dez anos e apresentaram resultados expressivos. Em 1992, 23% da população adulta do país não tinha nenhum nível de instrução, atualmente, esse percentual é inferior a 1%.

No último Programme for International Student Assessment – Pisa, um exame internacional que mede a qualidade da educação no ensino médio, o Vietnã aparece em oitavo lugar na área de ciências, à frente da Alemanha, do Reino Unido e dos Estados Unidos — no mesmo teste, o Brasil ocupa a 59ª posição entre os 65 países avaliados. Na prova de matemática, os vietnamitas ficaram em 17º lugar.

Esta forte política educacional, que é refletida nas colocações de destaque o que país ocupa hoje, foi sublinhada pelo embaixador vietnamita. “Temos quatro princípios norteadores em nosso país que são: educação, segurança, comércio e indústria; sem o alto investimento neles e, principalmente, na área da educação, nenhum país consegue se desenvolver”, frisou Nguyen Van Kien.

O compartilhamento de tecnologia e experiência de outros países que tenham alcançado esses níveis, graças a investimentos que foram feitos em educação e tecnologia é importante para o processo de mudança promovido pela administração estadual para construir um Maranhão mais digno, com justiça social e oportunidade para os maranhenses.

“A Uema coloca-se a disposição nesse processo. O acordo de cooperação técnica será o ponto final do processo, antes disso iremos nos reunir, conversar, nos conhecer institucionalmente para então podermos efetivamente nos conveniar em projetos concretos que tragam benefícios para o nosso estado e também para o Vietnã”, concluiu o reitor da Uema.

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger