Abertura de empresas bate recorde

Empresas

O primeiro quadrimestre de 2015 teve o maior número de abertura de empresas na série histórica da Junta Comercial do Maranhão (Jucema), desde que os resultados passaram a ser contabilizados. Os primeiros meses deste ano apresentaram criação de 9.096 empresas no estado, número superior a todos os registros desde 2010.

Numa perspectiva comparativa, os primeiros 4 meses de 2015 apresentaram o maior número de empresas abertas em relação aos anos anteriores, entre micro, pequenos, médios e grandes empreendimentos.

Em 2010, 5.470 empresas foram abertas no mesmo período; em 2011, foram 6.498; em 2012, o resultado foi de 7.803; em 2013, 8.954 empresas foram abertas. Em 2014, esse número teve a primeira queda, com abertura de 8.767. Já em 2015, o Maranhão voltou ao crescimento no número de empresas e teve o melhor resultado desde 2010.

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino, a abertura do mercado no estado e as iniciativas do Poder Executivo para diálogo com todos os setores da iniciativa privada foram fundamentais para o crescimento desses números nos primeiros quatro meses da administração. Já em janeiro, o governo passou a contar com o Conselho Empresarial do Maranhão (Cema), que reúne representantes do governo do estado e das principais entidades empresariais com o objetivo de estimular o incremento da economia e assegurar a gestão compartilhada.

Mesmo num cenário de dificuldade econômica no Brasil e no exterior, o governo do estado tem se posicionado para melhorar a perspectiva de investimentos no Maranhão. O resultado dos primeiros quatro meses representa o aumento da confiabilidade de investidores particulares no Maranhão.

O governo do Maranhão também está incentivando os empreendimentos no estado. Em abril, lançou um pacote de medidas de incentivo econômico chamado “Mais Empresas”, que prevê benefícios fiscais a empresas que tragam emprego, renda e responsabilidade social para o Maranhão.

O pacote prevê também melhores condições para micro e pequenas empresas com redução de diferencial de alíquota de ICMS para aquelas que optarem pelo Simples. As licitações do governo também darão prioridade a compras feitas por empreendimentos que estejam alojados no estado.

O incentivo através do aumento dos servidores públicos também fez parte das ações do governo do Estado para dinamizar a economia regional. A concessão de aumento para todas as categorias de servidores públicos estaduais geram um impacto anual de R$ 441 milhões a mais na economia maranhense.

Flávio Dino destaca que, além da valorização do trabalho dos servidores estaduais, a iniciativa tem por finalidade incrementar a circulação de renda no Estado, com quase meio bilhão já em 2015. Ele explica que, com o aumento acima da inflação, os servidores poderão ter acesso a mais bens de consumo, serviços e aplicações que geram emprego e renda no Estado.

Aline Louise

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger