Simão vai voltar para o Maranhão de avião

A história do morador de rua Simão Pinheiro da Costa, 43 anos, teve mais uma reviravolta. Após concordar em retornar para Buriti Bravo, no Maranhão, de ônibus clandestino com passagem comprada pela família, Simão voltou atrás e decidiu fazer a viagem de avião. Uma campanha está sendo feita por amigos para levantar o dinheiro para o transporte dos animais.

Isso porque ele ficou com medo pela saúde dos seus dois cachorros, Negão, 14 anos, e Neguita, 9, nos três dias de viagem. A preocupação de Simão comoveu a agente de lazer da Prefeitura de Santo André Norma Elaine Pezzolo, 61. “Conheço o Simão há cinco anos. Passei por ele um dia, quando se abrigava em prédio abandonado, e vi os animais. Como gosto muito de cachorros, resolvi parar para conversar com ele.”

Simão
Simão: das ruas de São Paulo para seu lar no Maranhão
Desde então, Norma se define como uma mãe-irmã para Simão. Ela é responsável pelos banhos e vacinas de Marrom, Negão e Neguita, que vão ao veterinário regularmente. A irmã de sangue de Norma faz todos os dias o jantar do morador de rua.

Desde então, Norma se define como uma mãe-irmã para Simão. Ela é responsável pelos banhos e vacinas de Marrom, Negão e Neguita, que vão ao veterinário regularmente. A irmã de sangue de Norma faz todos os dias o jantar do morador de rua.

Ela disse que estava preocupada com ele, já que vai se aposentar e mudar para o Litoral. “Vivia me perguntando o que ia ser dele aqui sozinho, sem mim. Foi quando começaram a sair as reportagens e vi que a vida dele poderia tomar outro rumo, com ele voltando para a família”, disse, emocionada.

Simão, que está ansioso para voltar, relatou que agora também quer levar o terceiro cachorro, o Marrom. “Ele se aproximou de mim e, se pudesse, queria levá-lo também. Onde vão três, cabe mais um.”

Com esse apelo, a amiga Norma já começou a vender rifas de cestas de produtos de beleza para custear a passagem dos três animais. “Vamos conversar com todo mundo que conhece o Simão. Com certeza vão ajudar a levantar esse dinheiro”, disse.

A equipe do Diário conversou com a prima de Simão Tatiana Rossany, 38, que ficou feliz com a campanha. Segundo ela, a família está pronta para recebê-lo com os três animais. “Não temos condições de pagar o transporte dos cachorros, por isso a solução encontrada foi o ônibus. Agora, com essa campanha, nos comprometemos a pagar a passagem de avião para o Simão”, disse.

Os leitores que se interessarem em fazer doações para mudar a história de Simão, que vive nas ruas há mais de 20 anos, podem entrar em contato com a Redação do Diário.

Com toda a mobilização, ele, emocionado, afirmou que está feliz e triste com o rumo que sua vida vem tomando. “Fico triste por deixar meus amigos, mas feliz por voltar para a minha família. É um sonho que já tinha abandonado e agora voltou a crescer em mim.”

Diário do Grande ABC

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger