Conheça os crimes e 15 condenados

Júri popular em São Luís já condenou 15 réus em julho


Quinze dos 22 réus levados a júri popular nas três primeiras semanas de julho foram condenados pelos jurados em São Luís. As sessões iniciadas no dia 02 deste mês vão até o dia 30, com o julgamento do total de 41 acusados de homicídio e tentativa de homicídio. Os julgamentos ocorrem de segunda a sexta-feira, nas quatro varas do Tribunal do Júri, no Fórum Des. Sarney Costa (Calhau), começando às 8h30.

No 1º Tribunal do Júri foi condenado a três anos e quatro meses de reclusão Arnaldo Borges dos Santos Aroucha, pela morte de David Alves Costa, no dia 08 de abril de 2013, na Cidade Olímpica. Após discutirem por compra e venda de drogas, o réu perseguiu a vítima que tentou se esconder dentro de um comércio, mas foi atingido a tiros pelo acusado. Os jurados desclassificaram o crime de homicídio simples para lesão corporal seguida de morte. O julgamento foi presidido pelo juiz Flávio Roberto Ribeiro Soares, na última quarta-feira (15).

Já o 2º Tribunal do Júri, presidido pela juíza Samira Barros Heluy, condenou no ultimo dia 02 o soldado da Polícia Militar, Anderson Leandro Rodrigues Viana, a 1 ano, 5 meses e 15 dias de detenção, pela morte de Ivone Costa Cantanhede, atropelada no calçadão da praia Ponta d´Areia, no dia 21 de setembro de 2012. O Conselho de Sentença reconheceu que a conduta do acusado decorreu de culpa, consistente em imprudência, pelo fato de dirigir veículo com excesso de velocidade. No dia 06, os jurados condenaram Samuel Rosa da Silva e Ramon Ronney Lemos a 14 anos e três meses de reclusão, cada um, pela morte, a facadas, de Flávio Franca Cintra, no dia 05 de junho de 2004,quando a vítima retornava de um arraial junino.

Também foi condenado na semana passada (10), a sete anos 11 meses de reclusão, Diego França, acusado de tentar matar a tiros Edvaldo dos Santos, na tarde do dia 22 de dezembro de 2009, quando a vítima pintava a grade da casa de um vizinho. Amotivação seria a compra de droga. Pelo assassinato de Aldeci Sousa Cunha, na noite do dia 02 de dezembro de 2012, os jurados condenaram esta semana (14) Marcos Alex Serra Lisboa a 16 anos de reclusão. A vítimaestava sentada em frente a um bar no bairro Bom Jesus quando o réu, acompanhado de uma terceira pessoa, chegou disparando contra o rapaz.

Na última quinta-feira (16), foi condenado a sete anos e três meses de reclusão Ronaldo Maia Amorim, conhecido por Roni, denunciado pela morte de Joelson Louzeiro Silva, na noite do dia 05 de dezembro de 2009, na Vila Isabel Cafeteira. A vítima caminhava na rua quando réu, conduzindo uma motocicleta e junto com outra pessoa, estacionou o veículo e atirou no rapaz.

O 3º Tribunal do Júri condenou a 14 anos de reclusão Fábio Raili dos Santos, acusado de matar Adailson Pereira dos Santos e ferir Ricardo Adriano Rodrigues, no dia 04 de julho de 2010, na Vila Palmeira, com vários tiros. As vítimas foram atacadas quando retornavam de uma festa com amigos. O julgamento ocorreu no dia 07 de julho e foi presidido pelo juiz Ernesto Guimarães Alves. Na quinta-feira (16)os jurados condenaram a seis anos, cinco meses e 15 dias de reclusão, Jairo Nunes do Nascimento, pela morte de Edvan Fernando Cantanhede Costa, no dia 03 de julho de 2011, no Anjo da Guarda.Na semana passada (09) foram condenados Francinaldo Lima Medeiros, vulgo "Dadá" e Adeilson Costa Medeiros, vulgo "Punk", a seis anos de reclusão, cada um, pronunciados pela morte de Lívio Ribeiro, na tarde do dia 21no dia 21 de abril de 2010, bairro Goiabal.

No 4º Tribunal do Júri, presidido pelo José Ribamar Goulart Heluy Júnior, foram condenados este mês Bernardo Ferreira Machado Filho, a 18 anos e quatro meses de reclusão, pelo assassinato do próprio irmão Édipo Franklin de Sousa Machado e lesão corporal grave contra outro irmão Adolfo de Sousa Machado; o detento Erick Campos Correia a 19 anos de reclusão, pela morte do também detento Alberto Borges Alves, na noite do dia 24 de outubro de 2012, no Presídio São Luís, com cerca de 40 perfurações; Luis Fernando de Jesus, a 21 anos, 10 meses e 15 dias de reclusão, acusado de matar Wallyson Silva Sousa, na noite do dia 26 de maio de 2013, na Vila Itamar; e Roseany Ferreira da Conceição, a dois anos, 11 meses e 18 dias de reclusão, por tentativa de homicídio contra o cunhado dela, Paulo Guilherme Maranhão Ferreira, na noite de 18 de fevereiro de 2012, na porta da residência da ré, no bairro Gapara, após discussão.

Serão julgados - entre os 19 réus que ainda serão levados a júri popular este mês de julho, em um único dia sentarão no banco dos réus, no 3º Tribunal do Júri (dia 23),Railson Pimenta da Rocha,Evaldo Amorim de Oliveira, Luciano Wagner Lima do Vale e os irmãos Jessé e Jimmy Ivanhoé do Vale Sampaio, acusados de matar José Lázaro Castro Madeira, com tiros de revólver, golpes de arma branca, além de pedradas e outras agressões físicas. O assassinato ocorreu do dia 09 de dezembro de 2007, na Vila Sete de Setembro, quando a vítima saiu de uma seresta e seguia para sua residência.

Núcleo de Comunicação – Fórum Des. Sarney Costa

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger