Vídeo: Grafite fez o gol da vitória contra o Fogão

O ex-ajudante de pedreiro, que tinha apelido de Dina e se tornou um dos atacantes mais bem sucedidos da história recente do futebol brasileiro deu a conta do recado. Na sua reestréia pelo Santa Cruz, depois de 13 anos, Grafite marcou o gol da vitória sobre o Botafogo, por 1 a 0, neste sábado à tarde, no estádio do Arruda. E antes mesmo do jogo já tinha sido confirmada a quebra de recorde de público no Campeonato Brasileiro da Série B com mais de 40 mil torcedores.

O recorde de público atingiu a marca de 44.485 superando a marca anterior de Ceará 0 x 0 Botafogo, pela 11.ª rodada, com 38.647 pagantes na Arena Castelão, em Fortaleza. A renda foi superior a R$ 1,8 milhão.
Arruda
Recorde no Arruda: 44 mil para ver a estreia de Grafite

De peixinho, Grafite anotou

Aos 36 anos, Grafite marcou o gol aos cinco minutos do segundo tempo, num peixinho de cabeça. Depois, aos 26 minutos, cansado, deixou sua vaga para Luisinho. Saiu de campo aplaudidíssimo, é claro. Com justiça.

A vitória deu um empurrão ao Tricolor tricampeão pernambucano na tabela, chegando aos 25 pontos, em oitavo lugar. O Botafogo, que começou a rodada na liderança, caiu para a quarta posição, com 30 pontos. Três times estão acima dele com 31 pontos: Vitória, Bahia e América Mineiro.

Começo truncado

O primeiro tempo foi muito equilibrado, mesmo porque os dois times priorizaram a marcação. No Santa Cruz, o mal posicionamento dos atacantes parecia atrapalhar a movimentação do estreante com a camisa 23: Grafite – o ex-ajudante de pedreiro Dina. Enquanto Anderson Aquino ficava muito isolado do lado esquerdo, Lelê está muito aberto pelo lado direito.

O Botafogo mostrou falta de criatividade no mei-campo e inoperância no ataque. Só criou uma chance numa falta de Diego Giaretta que enroscou na barreira e sobrou para o chute prensado de Navarro. Mas o goleiro Tiago Cardoso saltou e mandou para escanteio. Isso aos 22 minutos.

O Santa também teve uma chance de ouro, aos 37 minutos. Lelê desceu pelo lado direito e virou o jogo com um passe perfeito para Bileu. Ele vinha em velocidade e bateu de primeira com a perna esquerda. Uma bomba calculada em 101 kms por hora. O goleiro Jeferson defendeu com a mão direita e a bola foi para escanteio.

Estrela enxerga o problema

No intervalo, o ídolo parecia entender o que estava acontecendo com o Tricolor Pernambucano.

“Nós estamos fazendo a ligação direta. A bola chega direta e a gente nem vê ela. Mas o professor Marcelo (Martelotte) vai acertar isso no intervalo).

Não se sabe o que foi conversado nos vestiários, mas logo aos cinco minutos saiu o gol do Santa Cruz e com ele mesmo: GRAFITE. João Paulo recebeu a bola pelo lado direito da grane área. Ajeitou, levantou a cabeça e fez o levantamento para o outro lado. Na pequena área, atrás do seu marcador, Grafite saltou de peixinho e enfiou a cabeça com força. GOOOOOOLLLLLL. Festa no Arruda.



Ataque e reação

Depois da vantagem houve um recuo natural do Santa Cruz, dando espaço para o visitante. Aos poucos, porém, o jogo foi ficando equilibrado. O Botafogo, apesar das mexidas de Ricardo Gomes, não melhorou e o Santa Cruz optou apenas por explorar os contra-ataques. Nos últimos minutos fez o que devia: se segurou atrás e garantiu importante vitória.

A única chance real do time carioca aconteceu aos 36 minutos Daniel Carvalho, sempre pesadão e que tinha entrado no segundo tempo, cobrou escanteio. O goleiro Tiago Cardoso saiu errado para fazer o corte e Navarro cabeceou sozinho. Mas para fora. Que susto!

Próximos jogos

Na terça-feira acontece a 18.ª rodada completa com 10 jogos. O Santa Cruz vai, de novo, atuar em casa diante do Mogi Mirim, do pernambucano Rivaldo, a partir das 19 horas. O Botafogo vai receber o ameaçado ABC, no Engenhão, a partir das 21h30.

AFI

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger