Começa a montagem da estrutura da FeliS 2015

A Prefeitura de São Luís já iniciou o trabalho de montagem da estrutura que vai receber as atividades da 9ª Feira do Livro de São Luís (Felis), que acontecerá no período de 2 a 11 de outubro. O evento, que faz parte da política cultural da gestão Edivaldo, ocupará as ruas, praças e espaços culturais do Centro Histórico. Com o tema "Cidade livre, cidade do livro", o maior evento literário do Maranhão deve receber a visitação de mais de 200 mil pessoas, sendo na sua maioria estudantes.

"Com a realização do evento neste espaço, a gente possibilita ao visitante se apropriar do que temos de belo aqui, deste teatro a céu aberto que é o Centro Histórico. Neste espaço, ele tem um universo de possibilidades", destacou a coordenadora do evento, Rita Oliveira, da Fundação Municipal de Cultura (Func).

Nas praças, ruas e becos onde não estão sendo montadas estruturas de stands e auditórios serão usados os casarões, segundo informou a coordenadora. "Toda a área do Centro Histórico, uma média de dois mil metros quadrados, está sendo utilizada para a feira", enfatizou.
FeliS 2015
Feira do Livro na Praia Grande. Foto: A. Baeta
Em toda a extensão da rua Trapiche estão sendo montados stands para livreiros, que ocuparão ainda o estacionamento da praça da Casa do Maranhão. Nessa praça, estarão ainda os stands institucionais e os espaços de leitura da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Na tarde desta terça-feira (22), os operários trabalhavam na montagem das tendas e do tablado para nivelamento do terreno e dos stands.

As ações infantis irão acontecer na Praça da Criança, com atividades da Secretaria Municipal da Educação (Semed), e na praça Nauro Machado onde serão realizadas ações do Sesc, parceiro da Prefeitura no evento, assim como a Vale, Fiema e secretarias de Estado, a exemplo da Secretaria de Educação e da Ciência e Tecnologia.

Na praça da Faustina vão acontecer ações do projeto Rima Viva, que é o espaço de cordel. Ainda será utilizado para atividades o prédio do curso de História da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), a Escola de Música Lilah Lisboa, cujo espaço será usado para dramaturgia. Também serão utilizadas salas do prédio do Centro de Capacitação Tecnológica da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia para palestras, oficinas e rodas de conversa.

"O nosso maior espaço é o Centro de Criatividade Odylo Costa, Filho onde vão estar o Café Literário, o Cine Felis e o Teatro Felis. Ainda teremos também o aparato da Casa do Maranhão, onde acontecerá a cerimônia de abertura na noite do dia 2", revelou Rita Oliveira. Na Casa do Maranhão também serão montadas exposições da Seduc, Semed, de escolas particulares e instituições parceiras do evento, segundo informou a coordenadora.

As exposições permanentes, que já existem dentro Casa do Maranhão, também serão espaços de visitação dos participantes da feira, assim com todos os equipamentos culturais que estão no entorno como Casa do Nhozinho e o Museu de Artes Visuais.

Este ano o evento conta com parceria do governo do Estado, que participa de toda as atividades artísticas e culturais, além de garantir a visitação dos alunos da rede estadual com translado para a feira. "Antes só o município trazia os seus alunos e as atividades eram voltadas para esse público", lembrou a coordenadora do evento.

Participação de escritores

Foram convidados a participar da Felis deste ano escritores como o teólogo Leonardo Boff, Marcelo Yuka, Antônio Cicero e o escritor indígena Daniel Munduruku. A patrona será a historiadora, professora universitária e escritora Lourdinha Lacroix e as homenageadas Raimunda Frazão (poeta e cordelista), Mairy Ferreira (professora universitária e bibliotecária), Alberico Carneiro (jornalista) e Mário Meireles (in memoriam). Nas palestras estão sendo abordados temas ligados à juventude, à questão da acessibilidade e sobre a questão da etnia.

A 9ª Feira do Livro de São Luís será realizada pela Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func) e Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), correalizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) e Associação dos Livreiros do Estado do Maranhão (Alem), e apoio de instituições públicas e privadas.

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger