Falha desmente falha: Título “esquentado” é bala de festim

A Folha foi além das tamancas na última sexta (16) ao cravar a manchete Delator diz ter repassado R$ 2 mi para nora de Lula. Primeiro, porque não foi isso que Fernando Baiano disse. O lobista declarou ter repassado o dinheiro a José Carlos Bumlai, que teria pedido em nome de uma das noras de Lula. Só com isso, não é possível saber se o pecuarista foi pombo-correio ou se usou o valioso nome do amigo para inflar seu butim.

Folha de São Paulo

“É só um disse-me-disse danado, em que um delator declara que alguém disse que o dinheiro seria para uma certa nora, não se sabe qual. É nisso que eu tenho, há mais de 50 anos, investido o meu dinheiro?”, protestou, entre outros, o leitor Luciano Rocha de Souza.

É o eterno problema de títulos “esquentados”: o impacto inicial não correspondido deixa a reportagem com cara de bala de festim. A chamada interna era mais cuidadosa (“Lobista diz ter pago R$ 2 mi que seriam para nora de Lula”).

A Direção de Redação não acha que a Folha avançou o sinal. “As declarações foram prestadas à Justiça num acordo de delação premiada; não nos parece justo qualificar de disse-me-disse”.

Viomundo

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger