Piauí recebe prêmio do Fórum Brasileiro de Segurança

No Dia Internacional da Mulher (8), o Piauí foi contemplado com o selo FBSP Práticas Inovadoras a partir do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero da Secretaria de Segurança Pública, iniciativa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O Governo do Estado recebeu o prêmio através da vice-governadora Margarete Coelho, do secretário de Segurança, Fábio Abreu e da sub-secretária e diretora de gestão interna, Eugênia Villa, na noite dessa quarta-feira (8), no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

De onze iniciativas finalistas, os estados do Piauí, Bahia e Mato Grosso foram selecionados pelo Comitê de Seleção do Fórum, que classificaram as experiências como vencedoras do selo pela iniciativa inovadora. Os estados vencedores adotam a política de enfrentamento à violência contra as mulheres. A política do Piauí, que vem garantindo mais proteção à mulher e punição aos agressores, é vanguardista no Brasil.

A secretária executiva do FBSP, Samira Bueno destacou a origem do selo e a importância da parceria com o Instituto Avon, Governo do Canadá e Fundação Getúlio Vargas. “Uma das questões que nos preocupava era como que as instituições policiais estão lidando com a temática de gênero; como é que as polícias estão preparadas para acolher as vítimas de violência; como se dá o relacionamento com outros autores do poder público. À medida que começamos a sondar esse terreno, novo na agenda do Fórum, numa ótima parceria que temos com o Instituo Avon veio um diálogo sobre a importância de reconhecermos as iniciativas que estão dando certo. Então, começamos a procurar as práticas que estão dando certo, valorizar os policiais que estão desenvolvendo o trabalho e vamos documentar o material que pode servir como mecanismo de aprendizagem organizacional”, explicou a iniciativa que visa disseminar e propiciar para outros autores, e que policiais do país possam adaptar essas soluções no enfrentamento à violência contra a mulher.

Piauí recebe prêmio do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Fotos:Tavynho Neto

Segundo ela, a metodologia de avaliação utilizada pelos pesquisadores teve o suporte da FGV, que nos anos 90 desenvolveu o Prêmio de Gestão Pública e Cidadania, o qual premiava as iniciativas municipais com foco na gestão pública. “A partir dessa metodologia abrimos um edital e nos surpreendemos com os projetos que vem acontecendo Brasil afora e que nem imaginamos. Com isso, vimos a importância de uma ação como essa que hoje estamos premiando. Foram mais de 50 iniciativas que nós recebemos de 18 estados da federação e, a partir delas, nosso Comitê de Seleção definiu 10 experiências que foram visitadas pela equipe de pesquisadores do Fórum. Fomos in loco para as cinco regiões do país documentar essas práticas, todas elas vão dá origem a uma Casoteca digital – uma coleção online de casos de sucesso – visando promover o conhecimento e multiplicação das boas práticas desenvolvidas em território nacional”, informou.

A sub-secretária Eugênia Villa, responsável pela inscrição do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero comemorou ao receber o prêmio das mãos da ministra conselheira e chefe do setor político da embaixada do Canadá, Alison Grant. Em sua fala, destacou que as medidas da polícia precisam andar alinhadas com a educação e academia para criar políticas públicas de combate a violência de gênero. “Privilegiar estudos e diagnósticos sobre questões atinentes a fim de que se promova políticas fincadas na realidade empírica. A emoção de ter esse prêmio é graças ao engajamento da cúpula do governo representado pelo governador, vice-governadora, secretário de segurança pública e delegado geral. Assim como, de todos os nossos profissionais de segurança pública que diuturnamente se empenham no enfretamento a violência contra a mulher”, destacou Villa.

Participar da cerimônia e receber o selo FBSP é um honra e motivo de orgulho para todos os piauienses, declara a a vice-governadora Margarete Coelho. “O estado tem se empenhado nessa gestão para ser realmente parceiro das mulheres, onde se reconheça a importância de valorizarmos as mulheres, incluindo o segmento travestis e transsexuais e que igualmente precisam da proteção do estado. Estamos aqui representando também o governador Wellington Dias, que se compromete com cada uma das nossas lutas em parceria com o secretário, capitão Fábio Abreu e que gosto de dizer que encontramos nele um grande parceiro e entusiasta”.

Na oportunidade, o diretor presidente do Fórum Renato Sérgio de Lima, apresentou a pesquisa encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública realizada pela Datafolha. A pesquisa mostra que, no ano passado, 503 mulheres foram vítimas de agressão física a cada hora no país. Isso representa 4,4 milhões de brasileiras (9% do total das maiores de 16 anos). Se forem contabilizadas as agressões verbais, o índice de mulheres que se dizem vítimas de algum tipo de agressão em 2016 sobe para 29%.

“O Fórum tem um compromisso público e uma marca muito clara com a vida e cidadania. Investimos na circulação de dados e indicadores capazes de mobilizar a sociedade e o poder público para a urgência de se priorizar a segurança como fator essencial da nossa democracia para equidade e um desenvolvimento sustentável. Falar de segurança é falar francamente dos nossos problemas, mas também é reconhecer esforços e soluções que estão sendo buscadas, sobretudo pelas polícias brasileiras. Esse selo que entregamos foi desenhado para reconhecer os esforços das polícias brasileiras, que atuam em um cenário no qual a violência e o crime mostram-se perversamente presentes em suas mais diferentes formas, com destaque, para aqueles que envolvem mortes letais e intencionais que atingem jovens, negros, mulheres e outros segmentos da população”, enfatizou Renato.

A cerimônia contou ainda com a participação da equipe de Segurança Pública do Piauí, as delegadas Thaís Paz, coordenadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Violência de Gênero e do Plantão de Gênero na Central de Flagrantes; a delegada da Mulher e do Feminicídio, Anamelka Cadena e a agente de polícia Irenice Maria todas engajadas e atuantes no projeto vencedor.

Letícia Rodrigues

#...#

Disqus Comments


© 2017 Aldeia Global TV - Template Created by goomsite - Proudly powered by Blogger